Ming Liu

Um de cada cinco brasileiros consome orgânicos

Um de cada cinco brasileiros consome orgânicos

Outro dado interessante é que 48% dos consumidores acham justificados e entendem a diferença de preço em relação ao convencional pelos processos de produção serem diferenciados e com maior seguridade. Por outro lado, preço para 65% da população continua sendo o principal fator de limitação para o crescimento do consumo de orgânicos.

Maior feira de orgânicos da América Latina acontece em SP e expectativa é de que o setor fature 20% mais este ano

Maior feira de orgânicos da América Latina acontece em SP e expectativa é de que o setor fature 20% mais este ano

Segundo o diretor executivo do Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis), Ming Liu, a expectativa para 2018 é que o setor orgânico fature 20% mais do que no ano anterior, no mercado interno e externo. O Organis está participando, em São Paulo, da Bio Brazil Fair/Biofach América Latina – Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia, que vai até sábado (9), no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

Por que o mercado de orgânicos ainda não deslanchou no Brasil?

Por que o mercado de orgânicos ainda não deslanchou no Brasil?

Não há estatísticas oficiais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) sobre o volume de orgânicos produzidos e comercializados no país. Só estão disponíveis estimativas elaboradas com base em dados de associações de supermercados e de produtores, que não conseguem abranger todo o mercado.

Produtos orgânicos ganham a mesa do brasileiro

Produtos orgânicos ganham a mesa do brasileiro

Se as previsões se confirmarem, o mercado brasileiro de produtos orgânicos deve movimentar R$ 2,5 bilhões em 2014. É um crescimento de 25% em relação a 2013 e que deve se manter nos próximos anos, atingindo a cifra de R$ 10 bilhões até 2020.

Venda de orgânicos cresce 20% ao ano

Venda de orgânicos cresce 20% ao ano

O que está por trás do crescimento de dois dígitos na venda dos orgânicos é uma nova atitude dos consumidores. “Eles estão mais interessados em adquirir produtos saudáveis, sem agrotóxicos e químicos, e que, ao serem produzidos, afetem menos o meio ambiente”, diz Sylvia. O crescimento da renda dos brasileiros influenciou, mas isso se refletiu também no setor de alimentos industrializados e não orgânicos.

Boletim de notícias

Cadastre-se e receba novidades.